Cursos

- Psicologia

Informações Gerais

Formação de Psicólogo

Em 1979, a Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO recebeu autorização para iniciar o curso de Formação de Psicólogos. Desde então, tem se prestado um excelente serviço à sociedade pernambucana, especialmente à olindense.

A FACHO tem como meta formar Psicólogos éticos e comprometidos com a transformação social e a promoção de saúde.

Através de uma formação integral buscamos oferecer uma formação acadêmica sólida que desperte a sensibilidade para promoção dos direitos humanos e da responsabilidade social.

Vagas e Turno

São 175 vagas anuais, sendo 60 (sessenta) vagas na primeira entrada, no período da tarde e da noite.

O período diurno funciona das 13h30 às 18h, de segunda a sexta-feira. O período noturno funciona das 18h15 às 22h, também de segunda a sexta-feira, com aulas em alguns sábados.

Salas e Laboratórios

Oferecem aos alunos um ambiente aconchegante e confortável, possibilitando um clima agradável, são espaçosos, climatizados e equipados com multimídias conectadas à internet.

Contamos também com uma moderna biblioteca adequada às atividades individuais e em grupo.

O curso de Psicologia

A escolha profissional pela psicologia é muito promissora para aqueles que almejam trabalhar em prol da melhoria da qualidade de vida.

A formação de Psicólogo em atendimento às exigências do Ministério da Educação tem um caráter generalista, podendo atuar nas: Escolas, Hospitais, Organizações, Clínicas, Órgãos Jurídicos, Comunidades, Esporte; além da possibilidade de ser um pesquisador.

A licenciatura em psicologia é outra possibilidade de formação em psicologia oferecida desde 1973. O Licenciado em Psicologia é um profissional habilitado para o ensino em Cursos Profissionalizantes do Normal Médio.

Perfil de Egresso

Conheça o perfil do aluno egresso

O profissional que conclui o Curso de Psicologia nesta Faculdade, na habilitação Formação de Psicólogo, deverá estar qualificado para:

- Assumir uma postura científica frente ao conhecimento da Psicologia, avaliando crítica e continuadamente sua prática;

- Identificar as bases epistemológicas que fundamentam a sua ação profissional;

- Conhecer e aplicar adequadamente teorias e métodos da Psicologia;

- Compreender, utilizar e avaliar as possibilidades de intervenção profissional em diferentes contextos, contemplando valores éticos, morais e sociais;

- Identificar e diagnosticar problemas e necessidades da comunidade, intervindo na sua solução;

- Mostrar-se competente para as ações necessárias diante do inusitado, do novo, utilizando-se criticamente das teorias de sustentação de suas práticas, de modo a criar novas possibilidades para um fazer comprometido com as questões apontadas pelo sistema social e com a promoção da cidadania;

- Promover a saúde mental no conjunto social, valorizando a necessidade de uma análise crítica do contexto histórico, sócio-econômico e cultural, reconhecendo suas variáveis importantes, para que se possa entender a organização do comportamento nacional e, mais especificamente, do regional;

- Desenvolver um trabalho coletivo, no sentido de um “fazer junto”, coerente com o contexto profissional, onde se faz necessária uma atuação interdisciplinar, considerando, no entanto, sua função específica;

- Atuar com perfil generalista nos processos educacionais, psicossociais, clínicos, de avaliação e em prevenção e promoção de saúde;

- Contribuir para a promoção da saúde e transformação da realidade no seu campo de atuação; Refletir ética e criticamente sobre a psicologia como ciência e profissão;

Download

Matriz Curricular

1º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 106 Processos Psicológicos Básicos 04 80
PSI 221 História da Psicologia 04 80
EDU 130 Metodologia do Estudo 02 40
PSI 117 Sistema Nervoso e Endocrino 03 60
EDU 118 Filosofia e Epistemologia 03 60
LET 208 Cultura Religiosa e Formação Humana 02 40
LET 258 Língua Portuguesa: Leitura e Produção de Texto I 04 80



2º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 705 Psicologia Social 04 80
PSI 136 Psicologia Evolutiva I (gravidez e 1ª infância) 04 80 PSI 106
PSI 124 Neurofisiologia 03 60 PSI 117
PSI 231 Estatística Aplicada à Psicologia 03 60
PSI 513 Processos Cognitivos 03 60 PSI 106
LET 259 Língua Portuguesa: Leitura e Produção de Texto II 03 60 LET 258
PSI 214 Ética e RH: Cuidando do Cuidador I 02 40



3º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 514 Fundamentos do Behaviorismo 04 80 PSI 117
PSI 261 Fundamentos do Humanismo Existencial-Fenomenológico 03 60 EDU 118
PSI 137 Psicologia Evolutiva II (2ª infância e adolescência) 04 80 PSI 136
PSI 191 Fundamentos da Avaliação Psicologica 03 60 PSI 231 e PSI 513
PSI 241 Topicos em Psicologia 02 40
PSI 251 Metodologia Cientifica I (pesquisa empirica) 03 60 PSI 231 e EDU 130
PSI 215 Érica e RH: Cuidando do Cuidador II 02 40 PSI 214
PSI 961 Estagio Basico I (Entrevista) 01 20 EDU 130



4º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 192 Avaliação em Psicologia 03 60 PSI 191
PSI 463 Fundamentos da Psicanálise 03 60 PSI 137 e PSI 221
PSI 405 Psicopatologia Geral 03 60 PSI 137
PSI 138 Psicologia Evolutiva III (adulto e idoso) 04 80 PSI 137
PSI 254 Pesquisa do Comportamento Humano 03 60 PSI 251
PSI 164 Psicologia da Personalidade 03 60 PSI 261
PSI 216 Ética e RH: Cuidando do Cuidador III 02 40 PSI 215
PSI 962 Estágio Básico II (Observação) 01 20 PSI 251



5º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 503 Psicologia Escolar 03 60 PSI 513
PSI 602 Orientação e Escolha Profissional 02 40 PSI 137
PSI 203 Dinâmica de Grupo e Relações Humanas 04 80 PSI 216
PSI 193 Avaliação Psicopedagógica 03 60 PSI 513
PSI 523 Psicomotricidade 03 60 PSI 137
PSI 733 Psicologia e Saúde Pública 02 40 PSI 705
PSI 252 Metodologia Cientifica II (pesquisa ação) 03 60 PSI 254
PSI 963 Estágio Básico III (Escolar) 02 40 PSI 503 (co-requisito)



6º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 614 Psicologia Organizacional 04 80 PSI 192e PSI 203
PSI 732 Psicologia Comunitária 03 60 PSI 733
PSI 762 Psicologia Jurídica 03 60 PSI 405
PSI 413 Psicopatologia Especial 04 80 PSI 405
PSI 773 Psicologia e Saúde da Família 03 60 PSI 705
PSI 253 Metodologia Científica III (pesquisa clínica) 03 60 PSI 463
PSI 964 Estágio Básico IV (Psicossocial) 02 40 PSI 252



7º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 722 Processos Psicossomáticos 03 60 PSI 463
PSI 437 Teorias e Técnicas de Intervenções Breves 04 80 PSI 463
PSI 743 Psicologia Hospitalar 03 60 PSI 164 e PSI 437 (co-requisito)
PSI 217 Ética Profissional 03 60 PSI 216
PSI 125 Neuropsicologia 04 80 PSI 124 e PSI 191
LET 261 Português Aplicado ao TCC I 02 40 LET 259
PSI 991 Trabalho de Conclusão do Curso - TCC I 02 40 PSI 252
PSI 965 Estagio Basico V (Hospitalar) 01 20 PSI 164 (co-requisito) e PSI 743



8º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 438 Teorias e Técnicas Psicoterápicas 04 80 PSI 261 - PSI 463 - PSI 514
PSI 194 Psicodiagnóstico 04 80 PSI 192
PSI 443 Psicologia Clínica 03 60 PSI 733 e PSI 438 (co-requisito)
PSI 444 Intervenções Clínicas 04 80 PSI 217
LET 262 Portugues Aplicado ao TCC II 02 40 LET 261
PSI 992 Trabalho de conclusão do Curso - TCC II 03 60 PSI 991
PSI 966 Estágio Básico VI (Clínica) 01 20 PSI 437



9º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 903 Estágio Específico I - Psicologia Clínica I 12 240 PSI 217 e PSI 443
PSI 913 Estágio Específico I - Psicologia Escolar I 12 240 PSI 217 e PSI 437
PSI 925 Estágio Específico I - Psicologia Organizacional I 12 240 PSI 217 ou PSI 614
PSI 933 Estágio Específico I - Psicologia Comunitária I 12 240 PSI 217 ou PSI 732
PSI 943 Estágio Específico I - Psicologia Hospitalar I 12 240 PSI 217 e PSI 743
PSI 953 Estágio Específico I - Psicologia Jurídica I 12 240 PSI 217 e PSI 762
. Eletiva 1 03 60
. Eletiva 2 03 60



10º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 904 Estágio Específico II - Psicologia Clínica II 12 240 PSI 903
PSI 914 Estágio Específico II - Psicologia Escolar II 12 240 PSI 913
PSI 926 Estágio Específico II - Psicologia Organizacional II 12 240 PSI 925
PSI 934 Estágio Específico II - Psicologia Comunitária II 12 240 PSI 933
PSI 944 Estágio Específico II - Psicologia Hospitalar II 12 240 PSI 943
PSI 954 Estágio Específico II - Psicologia Jurídica II 12 240 PSI 953
. Eletiva 3 03 60
. Eletiva 4 03 60



Eletivas
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 126 Psicofarmacologia 03 60 PSI 413
PSI 139 Psicologia do Envelhecimento 03 60 PSI 138
PSI 195 O Método de Rorschach 03 60 PSI 192 e PSI 463
PSI 196 Métodos Projetivos 03 60 PSI 192 e PSI 463
PSI 202 Dnamica de Grupo II 03 60 PSI 203
PSI 421 Aconselhamento Psicologico 03 60 PSI 164 e PSI 261
PSI 452 Ludoterapia 03 60 PSI 261 e PSI 463
PSI 462 Psicologia Analítica 03 60 PSI 261 e PSI 463
PSI 464 Tópicos em Psicanálise:Pós-Freudiano 03 60 PSI 463
PSI 515 Psicologia Cognitiva - Comportamental 03 60 PSI 514
TUR 533 Empreendedorismo 03 60 PSI 614
PSI 632 Psicologia do Trabalho 03 60 PSI 705
PSI 641 Saúde e Meio Ambiente 03 60
PSI 734 Projetos Sociais 03 60 PSI 732
PSI 751 Psicologia do Esporte 03 60 PSI 106
PSI 763 Psicologia Criminal 03 60 PSI 762
PSI 772 Psicologia e Família 03 60 PSI 463 e PSI 773
EDU 655 Lingua Brasileira de Sinais - LIBRAS 03 60



Complementar de Licenciatura
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
EDU 714 Didática 04 80
EDU 779 Estrutura da Educação Brasileira 04 80
EDU 196 Avaliação de Ensino e Aprendizagem 04 80 EDU 714
EDU 603 Fundamentos da Educação Especial 04 30
EDU 515 Planejamento Educacional:Planos, Programas e Projetos 04 80
EDU 542 Gestão de Pessoas em Educação 02 40
EDU 655 Língua Brasileira de Sinais 03 60
EDU 741 Prática de Ensino em Psicologia I 05 150 EDU 714 e EDU 779
EDU 742 Prática de Ensino em Psicologia II 05 150 EDU 741



Corpo Docente

Ana Cristina Emerenciano Alcoforado Fonsêca

Graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Especialização em Psicologia da Educação pela FAFIRE e Psicologia Clínica pela FACHO. Formação em Psicanálise no Centro de Estudos Freudianos do Recife. Mestrado em Psicologia pela UFPE. Atualmente é assessora técnica da Secretaria de Educação de Olinda onde coordena o Programa de Educação Integral do município, e professora auxiliar da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanálise, atuando principalmente nos seguintes temas: psicanálise e adolescência, educação integral, psicologia escolar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7465790693776024

Ana Izabel Gomes Corrêa

Possui graduação em Formação de Psicólogo pela Universidade Católica de Pernambuco (1972). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanálise.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4626914064478289

Ana Katarina Leimig Saraiva de Melo

Bacharelado em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda- AESO (2004), Pós Graduação em Direito Penal e Processo Penal pela Faculdade Damas (2009). Graduada em Psicologia pela Faculdade Boa Viagem- FBV-IMIP- Mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco, Pós Graduação em Neuropsicologia pela Faculdade Pernambucana de Saúde - IMIP. Docente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), Atua como Psicóloga Clínica e Neuropsicóloga com atendimento de Adulto, Casal, Idoso e Avaliação Psicológica, Neuropsicológica e Vocacional.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8325247631225156

Ana Maria Maranhão Porto da Silveira

Graduada em Pedagogia pela Faculdade Frassinetti do Recife (1981), Mestra em Ciência da Educação pela Universidade Autônoma de Assunção (2005) e Doutora em Ciência da Educação pela Universidade Autônoma de Assunção (2008). Atualmente é professora, assessora, consultora e diretora de Pós Graduação no Norte e Nordeste da Faculdade Santa Fé, professora doutora na Excellence Assessoria e Consultoria Empresarial, na Escola Superior de Magistratura de Pernambuco e na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Sistemas Educacionais, atuando principalmente nos temas concepções educacionais, gestão, aprendizagem, educação e democracia. Ministra nesta Instituições diversas disciplinas entre elas Metodologia Científica, Didática do Ensino Superior e Gestão Educacional.
Palestrante em vários eventos Nacionais e Internacionais e autora de livros e Artigos Científicos publicados no Brasil e na América do Sul.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3289841250326832

Ana Paula Monteiro Ferreira Ximenes

Graduada em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1993) e em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (1992). Especialista em Psicopedagogia (UPE/1999). Possui Mestrado (2005) e Doutorado (2010) em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente compõe o Núcleo Docente Estruturante da FACHO e da FACOTTUR. Foi pesquisadora do Núcleo de Pesquisa da Argumentação (NupArg) cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa /CNPq sob orientação da Profª Dra: Selma Leitão Santos e membro do GT4: Argumentação e explicação: modos de construção/constituição do conhecimento - da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia). Foi professora substituda do Departamento de Psicologia e Orientação Educacional - DPOE-UFPE, ministrando as disciplinas de Psicologia da Educação 6; Psicologia da Educação 7; Dinâmica de grupo na Educação I; Fundamentos Psicológicos da Educação B. É Professora do curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) e da Faculdade de Comunicação Tecnologia e Turismo de Olinda (FACOTTUR). Sua atividade de pesquisa focaliza as relações entre discurso e cognição, com ênfase na argumentação. Produção bibliográfica de maior importância - Artigos completos publicados em periódicos: LEITÃO, S & FERREIRA, A. P. M. Argumentação infantil: condutas opositivas e antecipação de oposição. Psicologia cognitiva: cultura, desenvolvimento e aprendizagem / Org. Meira, L.; Spinillo, A.G Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2006.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5485269587486269

Áurea Maria Costa Rocha

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação de Educação da UFPE, na linha de pesquisa de Formação de Professores e Práticas Pedagógicas, possui mestrado em Formação de Professores pelo Programa de Pós-graduação em Educação da UFPE. Atualmente é Técnica de Assuntos Educacionais na Gerência de Políticas Educacionais do Ensino Médio na Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação do Estado de Pernambuco. Pesquisa em Docência Universitária, Saberes Docentes, Identidade e Profissionalidade Docente


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3583616825908163

Claudia Rejane Lemos

Mestrado em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000); Título de especialista em linguagem pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia (2004). Título de especialista em Psicologia Clínica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1996). Graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1994). Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1988). Docente titular do curso de Fonoaudiologia da Fundação de Ensino Superior de Olinda, desde 2000. Representante dos docentes na Comissão Própria de Avaliação da Funeso - CPA, determinada pelo INEP. Experiência em clínica fonoaudiológica desde 1989 e em clínica psicológica desde 1995, ambas em consultório particular. Atualmente é conselheira efetiva do Conselho Regional de Fonoaudiologia 4ª Região, gestão 2016 a 2019. Interesse nos temas: linguagem, autismo, psicanálise e educação.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1356456467713305

Darlene Seabra de Lira

Especialista em Educação Especial - Estudos Surdos - com graduação em Pedagogia - habilitação em Educação Especial / Magistério, Atualmente é professora no Curso Técnico de Tradução e Interpretação de Libras na Escola Técnica Estadual Almirante Soares Dutra.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8783256913537160

Dyana Leal Veras

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal de Pernambuco (2006) e mestrado em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco (2009). Tem experiência na área de Microbiologia, Imunologia, Saúde Pública, Biologia celular e Molecular com ênfase em Genética de microrganismos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7193283471119466

Edite Vieira de Melo Silva

Possui graduação em licenciatura em matemática pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1997) , especialização em Educação Matemática - Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (1999) e mestrado em Biometria - Estatística Aplicada, UFRPE (2002). Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Ciência Humanas de Olinda (FACHO), da Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino (SOPECE), atuando como professora Formadora nos cursos a distância do IFPE.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3363352155978039

Fabiane Mônica da Silva Gonçalves

Possui bacharelado e licenciatura em Psicologia pela Faculdade de Ciência Humanas de Olinda FACHO, especialista em ações interventivas em Psicologia Clínica - FACHO, Mestre em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, faz parte do grupo de pesquisa em Narrativa, Cultura e Desenvolvimento pela UFPE, ligado ao programa de pós-graduação em Psicologia Cognitiva com a orientação da Professora Drª. Luciane De Conti.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0711429774979715

Guiomar Marques Gouveia de Melo

Graduação de Formação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1978), Licenciatura em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1979), Bacharel em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1977). Aperfeiçoamento em Teorias da Psicologia Clínica pela Universidade Federal de Pernambuco (1983). Mestrado em Psicologia Clínica, na área de Psicanálise e Psicopatologia Fundamental, pela Universidade Católica de Pernambuco (2001). Concursada pela Secretaria de Saúde da Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) em 2003, exercendo a função de psicóloga e supervisora de estágio em transtorno psíquico no CAPS José Carlos Souto. Professora convidada da disciplina Bioética e Humanização no Hospital do Curso de Pós-graduação em Psicologia Clínica Hospitalar da Faculdade Frassinete do Recife (FAFIRE). Atualmente é professora titular da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda no Departamento de Psicologia e da Pós-graduação em Musicoterapia e Psicologia Jurídica . Tem experiência na área de Psicoterapia, com ênfase no tratamento e prevenção de transtornos psíquicos e de deficiência no processo de adaptação social.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7390138279827208

Helena Maria Ribeiro Fernandes

Mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco (2006), Especialização Latu Sensu em Intervenção Psicossocial no Judiciário pela UFPE (1999) , pós-graduação em Intervenção Psicossocial Sistêmica junto às Famílias pela UFPE(2000), graduação em Psicologia pela Faculdade Frassinete do Recife (1977) e em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (1975). Representante no Brasil da Asociacion Iberoamericana de Psicologia Juridica y Forense, membro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica. Chefiou o Centro de Apoio Psicossocial do Tribunal de Justiça de Pernambuco durante 13 anos, até 2005. Docente, orientadora de estágio em Psicologia Jurídica e coordenadora dos cursos de Especialização em Intervenção Psicossocial Jurídica na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda .Experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Clínica, Jurídica e Gestão de Pessoas, atuando principalmente nas seguintes áreas: família, conciliação, mediação e qualidade de vida.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7574041969742227

Isis Maria de Barros Rodrigues

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Católica de Pernambuco (1972)e Graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1987). Desde 1990 é professor supervisor de estágio na Clínica-Escola da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e coordena o Serviço de Atendimento ao Cliente.Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Clínica


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1861342395353904

Ivania Maria da Silva

Atualmente é professora assistente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda, atuando como supervisora de estágio curricular. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, com ênfase em Testes Psicológicos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4347394651389987

Joelma Gomes dos Santos

Doutora (2014) e Mestra (2009) em Letras com ênfase em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Possui Licenciatura Plena em Letras com habilitação nas línguas portuguesa e inglesa (2006) e suas respectivas literaturas. Tem experiência Docente no Ensino Superior nos níveis de graduação e pós-graduação (Especialização). Desenvolve pesquisas cujos principais focos de interesse são Teoria da Literatura, O Discurso Literário, as Literaturas Africanas de língua portuguesa, Romance Angolano, Narrativas de ficção, a curta ficção de José Luandino Vieira, a poesia angolana e a construção da identidade nacional. É revisora dos conteúdos inéditos dos escritores da União dos Escritores Angolanos - UEA. A dissertação de mestrado intitulada: O narratário: um estudo de seu papel na construção de João Vêncio: os seus amores, de José Luandino Vieira; de sua autoria, foi publicada em 2009, sob o selo da União dos Escritores Angolanos - UEA, em Angola.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9883545124746376

José Jacinto dos Santos Filho

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (2016) e Mestre em Teoria da Literatura pela UFPE (2007). Atua nas áreas de Teoria da Literatura, Literatura Brasileira, Literatura Portuguesa, Literatura Infanto-Juvenil, Leitura e Produção de Texto, Estilística. Desenvolve pesquisas em Literatura e intersemiose, Linguagem e ensino, Literatura e Fenomenologia do Imaginário e da Percepção.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8202202225998755

José Valdenito Feijó de Melo

Possui graduação em Curso Superior de Teologia para Padre pelo Instituto de Teologia do Recife (1979), graduação em Licenciatura Plena em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986) e graduação em Formação do Psicólogo pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986). Atualmente é professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO, Diretor da Escola Professor Cândido Pessoa do Governo do Estado de Pernambuco. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase na pessoa Humana (adolescente e adulto) e em Educação. Outrossim grande experiência na área Religiosa. Acadêmico do Curso de Direito pela Faculdade de Olinda - FOCCA. Doutorando em Psicanálise na Educação e Saúde - Doutorado Livre pela UNIDERC/FUNESO.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4462629A0

Ladjane de Fátima Ramos Caporal

Possui graduação em Licenciatura e formação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1991), Mestre em Extensão Rural e Desenvolvimento Local, pela UFRPE, MBA em gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas e especialização em psicologia clínica de abordagem analítica pela Universidade Católica de Pernambuco . Atuou por mais de 5 anos na clínica de adulto, criança e adolescente e por mais de 20 anos junto a projetos de Desenvolvimento Rural Sustentável em vários estados do Brasil, também atuou como professora temporária da UFRPE, professora da pós-graduação da FACHO e supervisora de clínica comunitária da FAFIRE.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2906870177522167

Luciana Melo de Souza Leão

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2000) e Mestre em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2005). Atualmente é Sanitarista do Hospital das Clínicas da UFPE, integra o Núcleo Acadêmico de Prevenção à Violência e Promoção da Saúde - unidade do NUSP e desenvolve ações de educação em saúde junto a gestantes adolescentes e acompanhamento psicológico de crianças e adolescentes no setor de Saúde Mental. Foi professora substituta do Departamento de Medicina Social da UFPE (2007-2009) e desde o primeiro semestre de 2010 é professora do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - Facho.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0846489156982547

Marcia Barbosa de Santana

Profissional Graduada em Psicologia,com formação pela Faculdade de Ciências Humanas Esuda. Atualmente contrato pela Faculdade Integradas Barros Melo (AESO), professora de avaliação psicológica na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda(FACHO), Sócia Gerente da Empresa Acão Assessoria e Gestão em Recursos Humanos LTDA. Desenvolvendo Atividades em Avaliação Psicologica, Cursos,Avaliação e Orientação Profissional.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2286705071861742

Marcos Antonio de Andrade Nunes

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1978) e mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco (2007). Professor assistente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Coordenador do curso de Especialização em Psicolgia Hospitalar e Saúde do EPSI-Pb. Diretor da SBPH gestão 2005-2007. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Clínica e Psicologia Hospitalar, atuando principalmente nos seguintes setores: formação hospitalar, supervisão clínica e hospitalar, docência e acompanhamento psicoterapêutico.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2219001278039884

Maria Ângela de Mello Cassundé Portella

Mestre em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Coordenadora e Professora do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Professora do Curso de Especialização em Psicopedagogia e Psicomotricidade Ralacional da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO). Psicóloga Clínica, Psicopedagoga Clínica e Psicóloga Escolar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9268026060734278

Maria da Conceição de Oliveira Teixeira

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco(1987), especialização em Especialização em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco(1995) e mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco(2001). Atualmente é Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Psicólogo da Secretaria de Saude. Tem experiência na área de Psicologia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Conhecimento Tácito, Supervisão, Conhecimento Explícito.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3735837632665723

Maria de Fátima Cristina Poças Amorim Casa Nova

Possui graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1984) e mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2004). Especialista em Terapia de Grupo, Diagnóstico Psicológico e Psicodrama. Atualmente é professora nos Curso de Graduação e Pós - Graduação da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO, Faculdade para o Desenvolvimento de Pernambuco - FADEPE, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA/PE e Faculdade dos Guararapes - FG. Além de ter sido professora da Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/RS de 1994 a 2004 Possui experiência na área de Psicologia, com ênfase em Papéis, Estruturas Sociais; Indivíduo; avaliação psicológica, atuando principalmente nos seguintes temas: grupos, ensino e aprendizagem, educação e violência social. Atua ainda como Psicóloga e Consultora Educacional.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4613041876167172

Maria de Fátima Mendonça Canedo

Possui graduação em Licenciatura e Formação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986) e mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco (2004). Curso de Especialização em Metodologia do Ensino Superior na Facho (1999). Consultório Particular de Psicologia. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Intervenção Terapêutica


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3042478100459450

Maria Eliana Matos de Figueiredo Lima

Possui graduação em pela Universidade Federal de Pernambuco (1968), mestrado Mestrado de Psicologia Cognitiva (1983) e Doutorado no Programa de Pós-Graduação do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (2007). Especialização na Université René Descartes- Paris V. É professora aposentada do Centro de Educação da UFPE; Atualmente é professora de Didática e Metodologia de Língua Portuguesa da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO . Foi coordenadora de ensino da Prefeitura Municipal de Recife; foi consultora do Ministério de Educação no Programa de PCN em Ação (educação infantil, ensino fundamental e EJA); atualmente é assessora e formadora na área de alfabetização / ortografia - , assessora pedag. - Tem experiência na área de Psicologia, Contação de História com ênfase em Psicologia Cognitiva e Didática de Língua Portuguesa.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8299417133062016

Maria Emilia de Carvalho Lapa

Possui mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco (2001). Atualmente é professora e supervisora de Estágio Curricular Obrigatório em Psicologia Clínica e Coordenadora do CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO AÇÕES INTERVENTIVAS EM PSICOLOGIA CLÍNICA (credenciado pelo Conselho Federal de Psicologia através da Abep) da FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA. Professora de CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM INTERVENÇÕES CLÍNICAS NA ABORDAGEM PSICANALÍTICA, da FACULDADE FRASSINETE DO RECIFE. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Programas de Atendimento Comunitário. É psicanalista e membro do Centro de Estudos Freudianos do Recife, onde coordena grupos de estudos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5969893035578212

Maria Mirtes Magalhães Viturino

Mestra em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco. (Conclusão Janeiro/2017) Linha de Pesquisa: Família, Gênero e Interação Social, tendo concluído a pesquisa intitulada: "A Função do Avô na Família Monoparental Feminina". Especialista em Turismo pela Estácio de Sá - FIR. Especialista em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Psicóloga Clínica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO e Licenciatura em Letras - Português e Inglês pela Universidade Federal de Pernambuco. Docente das disciplinas: Gestão de Pessoas e Psicologia Aplicada à Administração no Curso de Administração e Psicologia da Aprendizagem no Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Experiência como Docente no Senac, Sebrae e Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO no Curso de Turismo, lecionando a disciplina Meios de Hospedagem. Trabalhou na Seleção da Equipe do Hotel Ibis Recife Aeroporto. Experiência na área de Administração como Gerente Geral na Gestão de Empreendimentos Hoteleiros, com ênfase na Gestão de Pessoas, Reservas, Recepção, Governança, Alimentos & Bebidas e Eventos. Psicóloga Clínica. Orientação Profissional de Jovens e Reorientação de Carreiras de Adultos. Experiência na gestão de Pet Shop responsável pela implantação do desenho, análise e descrição de cargos; budget; cultura organizacional; identidade da marca; relacionamento com clientes; relacionamento com parceiros; plano de marketing.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1424651619907261

Maria Rivonete Souza de Morais

Possui graduação em Licenciatura em Psicologia e Formação de Psicólogo pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1995) e mestrado em Pós Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2002). Atualmente é psicóloga clínica - Clínica de Psicologia e professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1486334321038804

Maria Stella Dunshee de Abranches

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1989), graduação em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1971), Especialização e Mestrado em Psicologia Clínica de base Fenomenológica Existencial pela Universidade Católica de Pernambuco ( 1993 e 2001) . Atualmente é supervisora de estágio na Clínica de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6141443183554461

Maria Teresa de Melo Padilha

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (1987) e especialização em Psicanálise e Materialismo Histórico pela Universidade Estadual de Maringá (1991) . Atualmente é Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Professor da Faculdade de Filosofia do Recife. Tem experiência na área de Psicologia , com ênfase em Psicologia Social. Atuando principalmente nos seguintes temas: discurso, ética, modernidade, pós-modernidade, desejo e castração.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0450383879706770

Mércia Aparecida Souza de Melo Silva

Possui graduação em Psicologia - Bacharelado/Licenciatura e Formação pela Universidade Católica de Pernambuco (1972). Atualmente é professora assistente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia Clinica, Social, Dinâmica de Grupos e Relações Humanas


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5022006957734392

Mônica Vieira de Souza

Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1983) , graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1989) , especialização em Especialização em Psicologia Clínica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1996) , especialização em Especialização em Antropologia da Saúde pela Universidade Federal de Pernambuco (2005) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2008) . Atualmente é AOSD da Hospital Agamenon Magalhães. Tem experiência na área de Educação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Conselho Tutelar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3648045011172921

Paula Cristina Monteiro Barros

Graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (2003); Especialização em Psicologia Clínica de Orientação Psicanalítica pelo Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem, em convênio com a Unicamp-SP (2006); Mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco (2009); Doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco em cotutela com o Doctorat de Recherche en Psychopathologie et Psychanalyse da Université Paris Diderot / Paris 7 (2015). Tem experiência em Psicologia Clínica (atua em consultório desde 2003) e trabalhou na Assistência Social no atendimento clínico-institucional com crianças e adolescentes em situação de rua, bem como com famílias em situação de vulnerabilidade social.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0560265789000802

Priscila Maria Lapa

Doutora em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (2016), possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e mestrado em Ciência Política pela mesma universidade (2007). Professora na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) e Analista Técnica no SEBRAE-PE, atuando na Unidade de Políticas Públicas. Tem experiência como coordenadora de curso de graduação e no ensino superior nos cursos de Direito, Administração, Ciências Contábeis e Comunicação Social . Na Pós-Graduação, já lecionou disciplinas como Metodologia da Ciência; Marketing e Políticas Públicas. Tem experiência na área de Ciência Política, atuando principalmente nos seguintes temas: Eleições; Municípios; Processo Legislativo; Políticas Públicas.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1215329622937349

Roberto José da Silva

Possui graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas Esuda (1985), graduação em licenciatura em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco (1997) e mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco (2002). Atualmente é Professor Assistente da Universidade de Pernambuco (UPE), Professor assistente da Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO) e Professor Assistente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO). Tem experiência na área de Filosofia, Ética, Educação e Psicologia com ênfase em FILOSOFIA GERAL, atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia, Ética, Ontologia e Educação.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2782356204470622

Rômulo da Silva Vargas Rodrigues

Possui doutorado em Letras e Linguística (2016), mestrado em Letras e Linguística (2008) e graduação em Língua Portuguesa e Linguística (2005), todos pela Universidade Federal de Goiás (UFG), onde foi também Professor Substituto. Professor Convidado da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). Atualmente é Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO). Tem experiência em ensino e pesquisa linguística, com ênfase em teoria da análise linguística, atuando principalmente com historiografia linguística da linguística geral, epistemologia da linguística, enunciação, semântica e ensino de língua materna. É membro pesquisador do grupo de pesquisa em Historiografia Linguística - IMAGO e da Rede de pesquisa LINGGO, cadastrada na FAPEG.


Currículo Lattes: http:// http://lattes.cnpq.br/3868872371524464

Rosangela Vieira Dornelas Câmara Paes

Trabalha na área de Psicologia Clínica e Psicologia do Esporte, Mestra na área de Ciências da Religião pela UNICAP - PE, Professora do curso de Psicologia da FACHO-OLINDA/PE e FPS-RECIFE/PE. Coordenadora do curso de pós-graduação em Terapia Cognitiva-Comportamental da FACHO/OLINDA. Psicóloga Esportiva da Equipe de Basquete Feminino Uninassau. Psicóloga Esportiva da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno/ Pernambuco.Possui graduação em Psicologia pela Universidade Catolica de PE (2001); cursou a disciplina de Psicologia do Esporte na Escola Superior de Educação Física (2002), Pós-graduada em Treinamento Desportivo pela UniFMU no Estado de São Paulo (2003) e cursou a disciplina do Mestrado em Psicologia Clínica: Cultura e Subjetividade pela Universidade Católica de Pernambuco (2005). Pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental na FAFIRE/PE (2013). Tem experiência na área Clínica e na área de Psicologia do Esporte realizando Intervenções Psicológicas em grupos e atendimentos individuais em atletas de alto rendimento. Desde 2001 é consultora na área de Psicologia do Esporte trabalhando em Associações Esportivas, Federações e Clubes no Estado de Pernambuco. Campeã da Liga de Basquete Feminina (LBF) 2012/2013 e vice campeã da LBF 2013/2014 e 2014/2015, fazendo parte da Equipe Multidisciplinar de basquete feminino do Sport Club do Recife como Psicóloga Esportiva.


Currículo Lattes: http:// http://lattes.cnpq.br/6442161984494484

Sura Wanessa Santos Rocha

Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas - NEPE/FACHO, Professora de Processos Patológicos Gerais, Biofísica, Biotecnologia e Biossegurança, Fisiologia Humana, Metodologia Científica e TCC I pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Possui graduação em Ciências Biológicas, com ênfase em ciências da saúde pela Universidade de Pernambuco, Mestre em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco com ênfase em Biotecnologia, Biologia Celular e Molecular. Doutora em Ciências Biológicas pela UFPE atuando em análises moleculares da inflamação e fibrose hepática. Pós-Doutorado pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães-FIOCRUZ, na grande área de Ultraestrutura do Zika vírus. Tem experiência na área de saúde pública, epidemiologia e parasitologia. Vem atuando principalmente nos seguintes temas: Zika vírus, Aedes aegypt, Culex quinquefasciatus, Ultraestrutura, Histologia, Biologia Celular e Molecular, Imunohistoquímica e Imunofluorescência.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8023585720097105

Tania Maria Toscano Brito

Tem experiência na área de Psicologia Clínica, com ênfase em Psicologia do Ensino e da Aprendizagem. Supervisora de Estágio Curricular em Psicologia Clínica na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Atividade Docente no Projeto Recriar da Clínica Psicológica e Oficina Pedagógica, com atendimento a crianças com sintomas de dificuldades escolares. Há 25 anos. Experiência como Docente da Educação Infantil ao Ensino Superior e Psicóloga Escolar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5926128090977133

Tathyane Gleice da Silva

Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2007). Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Psicóloga da Unidade Neonatal do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira - IMIP. Docente da Faculdade Pernambucana de Saúde - FPS e da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Consultora Nacional do Ministério da Saúde para o Método Canguru. Servidora da Prefeitura de Vitória de Santo Antão, atuando na Policlínica da Criança.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8803695713092081

Vera Lúcia Santiago de Lima

Possui graduação em PEDAGOGIA pela Universidade Federal de Pernambuco (1971) e pós-graduação lato sensu pela Faculdade de Filosofia do Recife em Planejamento e Administração Escolar. Atualmente é coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e professora titular desta Instituição. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação, currículo, aprendizagem, legislativo e institucional.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9057924953443985

Verônica Carrazzone Borges

Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco UFPE (2004); graduada em Psicologia (1996), e em Educação Artística (1987), também pela UFPE; com especialização em Psicologia Escolar (1996) e Clínica Infantil (1998); Terapeuta Comunitária, pela UFCE (2005). Tem experiência na área de Psicologia clínica e escolar, consultora na área organizacional, atuações também em PSFs e na casa de detenção feminina do Recife como terapeuta comunitária e no hospital das clínicas atuou também com terapeuta comunitária voluntária na unidade de puericultura, atendendo adolescentes, familias e estudantes de medicina. Ministrou curso no Hospital das Clínicas sobre manejo, apoio e incentivo ao aleitamento materno para ACS. Pelo CISAM\UPE ministrou palestra interativa "cuidando de quem cuida" na seção de Educação Continuada. Atuando principalmente nos seguintes temas: aleitamento materno; relacionamento interpessoal; monitoria; estresse; sexualidade; liderança; prevenção às drogas; baixo rendimento escolar; rede de atenção e prevenção ao abuso e violência contra a criança e o adolescente; metodologia de organização social; autonomia e Reforma Agrária. Em Instituições de Ensino Superior lecionou na graduação as disciplinas de Psicologia para as turmas de Ciência da Computação, Administração e Direito, Gestão do Atendimento ao Cliente, Criatividade e Responsabilidade Social; na pós-graduação de Enfermagem do Trabalho, a disciplina Seminário de Integração; na pós-graduação de Turismo Rural, a disciplina Dinâmica Social das Comunidades Rurais; e na pós-graduação de Gestão de Pessoas, a disciplina Gestão de Conflito e Estratégias de Negociação. Exerceu também a Coordenadora do LAPE Laboratório de Apoio Pedagógico, da Faculdade dos Guararapes. Na UFPE participou do Projeto do MEC, Conexão de Saberes. Ainda na área de Educação, atuou também como professora de arte-educação da 1ª a 8ª séries e coordenou o setor de psicologia. No legislativo Municipal atua na Primeira Secretaria da Câmara e desenvolve projetos comunitários. Como consultora, participou do Projeto para fortalecimento da Rede Integrada de Atendimento à Criança e ao Adolescente de Camaragibe (financiado pelo BNDES), e no Ministério de Desenvolvimento Agrário foi responsável pelo gerenciamento das Ações da Reforma Agrária em Pernambuco, atuando também como pesquisadora na área de Metodologia de Organização Social. Como psicóloga clínica, atuou como Psicoterapeuta e Ludoterapeuta, desenvolvendo um trabalho integrado com diversos profissionais da área de saúde. Atualmente é conselheira do CRP 02 gestão 2010-2013; vice-presidente da ONG Espaço Família e; segunda secretária da Associação Brasileira do Ensino da Psicologia - ABEP.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4119234507678300

Verônica Maria Alves de Carvalho Belfort

Possui graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1984), especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1999) e especialização em Psicologia Clínica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (2002) . Atualmente é contrato professor horista da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4510461228180194

Viviane da Silva Gomes

Doutora em Linguística pela Universidade Federa da Paraíba, Mestre em teoria Literária pela UFPE, especializada em Literatura Brasileira e Graduada em Letras pela UNICAP.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1856087403118257

Viviane Villarouco de Andrade Henrique

GRADUADA em Ciências Biológicas (FAFIRE), ESPECIALISTA em Morfologia (UFPE) e MESTRE em Ensino das Ciências (UFRPE). Atualmente é Docente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), com atuação em programas de Ensino a Distancia (UFPE/CEAD/MEC), Leciona em programa de pós-graduação da Faculdade Frassinetti do Recife, atuando com funçãoTécnico-pedagógico na Diretoria Geral de Tecnologia na Educação e Cidadania (DGTEC/SEEL/Prefeitura do Recife).


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6261580695210386

Wesler Cavalcanti Silvério da Rocha

Graduado em Letras pela Faculdade de Filosofia do Recife (2004). Possui especialização em Linguística aplicada ao ensino de Língua Espanhola e em Leitura, Produção e Avaliação de Textos (UFPE). Atualmente é professor da Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão, Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Professor de Língua Inglesa do Colégio Militar do Recife. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Ensino de Línguas (Espanhol & Inglês) e em Leitura, Produção e avaliação de textos.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4219888U5

Zirlana Menezes Teixeira

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco (2009), graduação em Formação de Psicologo pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1987), graduação em Lic Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986) e mestrado em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (2003). Atualmente é professor adjunto da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda na orientação de trabalhos de conclusão de curso, supervisão de estágio em Psicologia Organizacional e docência das disciplinas Psicologia Organizacional, Fundamentos do Humanismo, Fenomenologia e Existencialismo e Fundamentos Filosóficos da Educação. É professora convidada dos cursos de pós-graduação em Gestão de Pessoas na Faculdade de Filosofia de Caruaru e pós-graduação em Psicologia Organizacional. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional, atuando principalmente nos seguintes temas: organização de trabalho, desenvolvimento humano, saúde mental, adoecimento no trabalho e andragogia.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1076648496006092

Eventos

Nossos Eventos

Notícias




Descobertos genes que ajudam a comprovar que depressão é hereditária

Enfermagem e Saúde - 27/07/2015

Uma nova pesquisa descobriu duas mutações em genes que estão associadas com a depressão. Essa descoberta é importante porque ajuda a comprovar que a depressão pode ser hereditária.

O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, em parceria com estudiosos da Universidade da Virginia, nos Estados Unidos, e da China. Para chegar às descobertas os especialistas analisaram o DNA de 10.500 mulheres chinesas.
Os pesquisadores acreditam que a descoberta pode levar à criação de um novo medicamento para o tratamento da depressão. Cerca de 10% da população sofrerá com a doença em algum momento da vida.

A seguir saiba quais os sete sinais da depressão:

Dormir pouco

"A falta do sono é um dos gatilhos para o aparecimento da depressão", afirma o psiquiatra Ricardo Alberto Moreno, professor doutor do Instituto de Psiquiatria da USP. Segundo o especialista, o organismo é regido pelo claro e escuro, ou seja, dia e noite. Assim, do ponto de vista biológico, você está programado para a realização de atividades no período diurno e para o repouso no período noturno. "Inverter essa ordem ou reduzir o tempo que deveria ser destinado ao sono provoca desequilíbrios físicos e psicológicos", diz.
Enquanto dorme, o seu corpo libera hormônios, a atividade cerebral sofre alterações e a temperatura varia para permitir um bom desempenho das tarefas ao acordar. Interromper esse ciclo, portanto, pode afetar o metabolismo como um todo e servir de gatilho à depressão. O cuidado especial deve ficar por conta dos mais jovens. "Com uma rotina tão agitada e diante de tantos estímulos, como celular, computador e televisão, o sono tem sido deixado em segundo plano", diz o especialista.

Insônia

Além de favorecer a depressão por privar o corpo do tempo de descanso necessário para a realização de diversos processos fisiológicos, a insônia por si só está ligada a problemas orgânicos ou psíquicos. "As duas principais causas da dificuldade de pegar no sono são produção inadequada de serotonina, substância química que permite a transmissão de informações entre os neurônios, e estresse", diz o psiquiatra Ricardo.
A psiquiatra Eutímia Brandão de Almeida Prado, do Hospital Universitário de Brasília, complementa dizendo ainda que a insônia também é um dos critérios para o diagnóstico da depressão. "As alterações neuroendócrinas que o paciente sofre geralmente afetam sua capacidade de dormir", afirma. O resultado, segundo ela, é um agravamento das alterações de humor.

Sofrimento antecipado

"Sofrer por antecipação pode precipitar um quadro de depressão", afirma a especialista Eutímia. Momentos de ansiedade e de estresse não são restritos a uma ou outra pessoa, mas passar por isso com frequência e cultivar pensamentos pessimistas sobre o futuro pode favorecer o desenvolvimento da doença. Pessoas com essa característica costumam ser insatisfeitas e nem sempre aproveitam plenamente ocasiões de prazer. Enquanto em alguns casos o sofrimento antecipado é decorrente da necessidade de controle sobre o que acontece, típico traço de uma personalidade insegura, em outros ele se torna paralisante, concretizando um problema.

Perda de apetite

Comer não é apenas uma forma de repor as energias perdidas ao longo do dia. "O hábito também está associado à sensação de prazer proporcionada pelo sabor e pela temperatura dos alimentos", afirma o psiquiatra Ricardo. Quem começa a entrar em um quadro depressivo, entretanto, deixa de sentir esse prazer, o que afeta diretamente seu apetite. De acordo com o especialista, são raros os casos em que o paciente passa a sentir mais fome já que a comida não ameniza sua insatisfação.
A psiquiatra Eutímia afirma que isso faz parte de um quatro de anedonia ou incapacidade de sentir prazer. "A perda de apetite é um traço característico, mas a pessoa em depressão não se sente motivada a fazer nada daquilo que fazia anteriormente", explica.

Perfeccionismo

Querer as coisas do seu jeito e se apegar aos detalhes mais singelos pode não ser problema, mas quando se torna uma compulsão ou obsessão, pode favorecer a depressão. "Uma pessoa escrava do perfeccionismo sofre quando seu planejamento não dá certo ou não fica, no mínimo, de acordo com o esperado", afirma o psiquiatra Ricardo. Segundo ele, a constante frustração de quem estabelece metas mais altas do que pode alcançar não é saudável. "Seja criterioso com o que faz e veja o fracasso como um aprendizado, e não como um problema".

Variação de humor

"Todos os transtornos depressivos são caracterizados por variações de humor", diz a psiquiatra Eutímia. Na maior parte dos casos, o indivíduo permanece em um estado de tristeza constante, mas, no caso da depressão bipolar, há oscilações entre estados de tristeza e euforia. O diagnóstico de depressão ganha força quando as variações se tornam persistentes e duram mais de 15 dias.
Segundo ela, apenas em uma consulta com um profissional é possível definir se as alterações de humor são normais ou se tornaram uma patologia. "Todos sofremos mudanças de humor ao longo do dia, mas quando isso começa a se tornar um fator limitante, ou seja, começa a impedir a realização das tarefas rotineiras, então o quadro precisa de tratamento", afirma.

Solidão

"A solidão se torna um problema quando repercute no desenvolvimento social ou profissional", afirma a psiquiatra Eutímia. Segundo a especialista, algumas pessoas gostam de ficar sozinhas e conseguem tornar esse momento produtivo, o que não caracteriza problema algum. O quadro muda apenas quando você evita situações por precisar interagir ou achar que a segurança do isolamento é sempre melhor do que a insegurança que ele pode sentir no meio social. O comportamento é uma armadilha para a depressão e precisa de tratamento.

Revistas e Artigos




Contribuições da Psicanalise a uma Leitura do Mal-Estar na Educação

Ana Cristina Alcoforado Fonsêca, Jaileila de Araújo Santos - Travessia 2010

Este trabalho traz contribuições da psicanálise, propondo uma leitura do mal-estar na educação e suas implicações na função do professor. A partir de um percurso pelas raízes culturais, econômicas e políticas deste quadro, destaca como principais fatores a crise da autoridade e a quebra do pacto civilizatório. Para compreender os fatores econômicos e políticos, procedeu-se a um breve resgate histórico da constituição da profissão docente e da organização do Ensino Fundamental no país.

Interdisciplinaridade no Ensino Superior

Maria Ângela Cassundé, Mônica de Oliveira Osório - Travessia 2010

Este artigo tem por objetivo analisar a interdisciplinaridade no ensino superior, a partir de reflexões sobre curso de graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Para tal reflexão, faz-se necessário abordar o conceito de interdisciplinaridade e destacar a sua importância para formação do psicólogo e para sua inserção no mercado de trabalho.

Psicologia Analítica e Física Quântica Interagindo Psique e Matéria na Nova Ciência

Mércia Melo Silva - Travessia 2010

O presente artigo se propõe a divulgar e a colaborar no entendimento do paradigma da nova ciência, o qual ainda não foi claramente assimilado pela consciência coletiva e se forma a partir das descobertas da física quântica e dos conceitos de inconsciente coletivo e dos arquétipos, estudados pela psicologia analítica de Carl Gustav Jung.

Primórdios da Psicologia em Pernambuco

Adailson Medeiros - Travessia 2010

O objetivo do presente trabalho é resgatar e relatar parte da história dos primórdios da Psicologia em Pernambuco. Este artigo, com pequenas modificações, corresponde a uma palestra feita pelo autor em data de 11 de agosto de 2010, na abertura do Encontro da Psicologia em Pernambuco – Ciência e Profissão, “Discutindo Referenciais na Diversidade da Prática” promovido pelo Conselho Regional de Psicologia – 2ª Região.

Jung e Reich - Integrando as Psicologias

Mércia Melo Silva - Travessia 2009

Pode haver momentos nos quais o que mais se necessita é não tanto uma nova descoberta ou uma nova ideia, mas um novo ponto de vista, um leve reajuste em nossa maneira de olhar para as coisas e ideias, nas quais a atenção já está fixada

A Mulher e a Maternidade - Reflexões do Pré-Parto ao Parto

Marcos Antonio de Andrade Nunes, Luciana Nascimento de Albuquerque - Travessia 2009

A maternidade repercute na subjetividade e na rotina de vida da mulher e de todo o contexto familiar. O investimento do afeto na gravidez e no bebê, irá se refletir no momento do parto. Este estudo teve o objetivo de analisar os sentimentos das parturientes primíparas e multíparas que surgem durante o trabalho de pré-parto e parto, tendo como referência teórica a perspectiva pós-estruturalista. Pelo perfil traçado, evidencia-se a necessidade de escuta psicológica no pré-parto e parto para facilitar o trabalho de expectação, favorecendo a preservação da saúde da mãe e do bebê.

Pensar e Questionar: A Construção do Saber e Fazer do Psicólogo Clínico

Shirley Macêdo, Wedna Galindo - Travessia 2009

Neste artigo, as autoras buscam refletir sobre a construção do saber e do fazer autônomos do psicólogo clínico a partir do pensar e questionar sobre a multiplicidade de conhecimentos que caracterizam a ciência da Psicologia. Inicialmente, elaboram uma breve menção à história do pensar a partir dos principais pensadores da filosofia, até chegarem à construção do pensamento do psicólogo clínico, caracterizado, entre outros, pela constante reflexão sobre a verdade do conhecimento. Concluem que a construção epistêmica do psicólogo clínico passa, necessariamente, por um processo de desvelamento, em que ele conserva o que aprendeu e lhe parece aplicável ao seu cotidiano, mas se abre a novas possibilidades, quando tenta criar formas de pensar e proceder diante de seu objeto de estudo.

Aprender a Conviver: Uma Reflexão Sobre a Educação com base em Valores Humanos Universais para Favorecer a Saúde Mental no Trabalho

Shirley Macêdo Vieira de Melo - Travessia 2008

Este artigo é resultante de reflexões da autora a partir de uma palestra proferida numa empresa do setor de editoração de livros didáticos, na sua Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, ocorrida no final do mês de maio de 2008. Apresenta os parâmetros educacionais lançados pela UNESCO, pautando as idéias na possibilidade do ser humano manter com o outro uma relação onde a expressão mútua da subjetividade no trabalho seja guiada a partir de valores humanos universais -: amor, paz, não-violência, solidariedade, ética e verdade - a fim de ampliar as possibilidades de saúde mental.

Autismo, Corpo e Linguagem

Severina Sílvia Ferreira - Travessia 2008

O autismo continua se constituindo num enigma para as diversas especialidades. Acreditamos que é exatamente o caráter enigmático de sua etiologia, bem como a natureza e variedade dos sintomas, e, sobretudo, o que ele apresenta de mais provocador, ou seja, a recusa do outro em suas tentativas de aproximação e comunicação, que fazem do autismo o objeto de interesse de distintos profissionais: do médico – seja o anatomista, o pediatra, o neurologista, o psiquiatra -, do lingüista, do fonoaudiólogo, do psicólogo, do psicanalista, do professor, etc., todos ávidos por compreenderem, a partir de sua área de formação, as causas da patologia, e, conseqüentemente, os possíveis modos de tratamento ou prevenção.

Constituições Refletem o Cotidiano Social

Helena Ribeiro - Travessia 2008

Este artigo traz um breve estudo sobre a presença da família nas constituições pátrias, a partir da pesquisa de cada uma delas, oportunizando a análise da evolução deste grupo social, tendo em vista que os textos legais refletem a sociedade de cada época.

Galerias

Confira a nossa galeria de eventos

fechar
fechar