Cursos

- Administração

Informações Gerais

Formação do Bacharel em Administração

O curso de Bacharelado em Administração da FACHO foi concebido de acordo com as mais recentes inovações ocorridas no mundo dos negócios.

Oferecido nos turnos diurno e noturno, tem a duração de 4 anos. O Curso obteve em 2017 o reconhecimento do MEC com conceito 4 (muito bom).


Possui uma matriz curricular, cuidadosamente construída de acordo com as deliberações do MEC e do Conselho Federal de Administração, que contempla uma formação ampla e generalista do profissional, habilitando-o a exercer funções nas mais diversas áreas, em organizações públicas e privadas.


Com o foco na formação de profissionais empreendedores, capazes de conceber e administrar seu próprio negócio, o curso tem como suporte um moderno laboratório de informática.


Os professores foram selecionados entre profissionais com vasta experiência de mercado e com formação acadêmica de excelência, o que possibilita ao aluno, ter uma visão acadêmica e de mercado simultaneamente.


Paradoxalmente aos cursos tecnológicos, o curso de bacharelado em Administração amplia o campo de atuação do profissional graduado pela FACHO.

O Campo de Atuação

O Administrador pode atuar em diversas áreas, como:

Logística
Gestão de Pessoas
Gestão de Marketing
Gestão Financeira
Gestão da Produção e Operações
Análise de Sistemas
Professor Universitário
Dentre várias outras

Pode atuar em organizações diversas como:

Indústria Farmacoquímica
Indústria Automobilística
Hotelaria e Turismo
Empresas de Tecnologia
Agronegócios
Franquias
Consultorias
Dentre outras

Vagas e Turnos

Número de vagas oferecidas:
100 (cem) vagas anuais, sendo 50 (cinquenta) vagas a cada semestre letivo.

Turnos de Funcionamento:
Horário Matutino, das 8h às 12h
Horário Noturno, das 19h às 22h.

Coordenação do Curso

Coordenador: Prof. Me. Itamar Bezerra de Souza Filho

Fale com a coordenação do Curso: coordenacaoadministração@facho.br

Planos de Disciplinas do Curso de Administração - 2018 / 2020

Aqui você pode adquirir seus Planos de Disciplinas referente ao curso de Administração.

Download

Planos de Disciplinas do Curso de Administração - 2013 / 2017

Aqui você pode adquirir seus Planos de Disciplinas referente ao curso de Administração.

Download

Perfil de Egresso

Conheça o perfil do aluno egresso

O Curso de Bacharelado em Administração, oferecido pela FACHO, tem como perfil desejado do formando, a capacidade de compreensão dos fenômenos sociais, políticos e econômicos dentro de um ambiente globalizado, bem como, conhecimento técnico e científico das atividades da produção e sua gestão. Profissionais com capacidade e flexibilidade intelectual capazes de exercerem cargos estratégicos em organizações de pequeno e grande porte, detentores de visão empreendedora e liderança. Gestor que no seu processo decisório sempre tenha como referência norteadora princípios éticos e de responsabilidade social e ambiental.

PPC

Atenção

Faça o download de Projeto Pedagógico do Curso de Administração.



Matriz Curricular

Confira

Clique e faça o download da Matriz Curricular.

Download


Corpo Docente

Adilson de Castro Chaves

Possui graduação em Engenharia pela Universidade Federal de Pernambuco (1982), graduação em licenciatura em química pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1979), Especialização em metodologia do ensino superior pela fundação do ensino superior de Olinda, Especialização em ensino de química pela universidade estadual do ceará e Doutorado em Engenharia Química ( Biotecnologia) pela Universidade Técnica de Lisboa (2000). Atualmente é Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda(FACHO) com as disciplinas de Matemática Financeira e Gestão Financeira. Professor adjunto da Universidade de Pernambuco(UPE) com as disciplinas de Bioquímica, Microbiologia, Biossegurança e Biofísica. Avaliador de curso e institucional do INEP / MEC e Professor do banco de dados do INEP para elaboração das questões do ENADE. Possui vivência em coordenação de Concursos Públicos atuando como coordenador Pedagógico da SISMETA. É membro do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável (SUSTENTE). Tem experiência na área de Biotecnologia, com ênfase em Bioquímica, Biofísica, Microbiologia, Biossegurança, Matemática, Metodologia Científica, Metodologia da Pesquisa e Seminários de Monografia. Atuando principalmente nos seguintes temas: Schistosoma mansoni, Purificação de Proteínas de interesse Imunológico, Ecologia de Sistemas Marinhos, Proteínas Recombinantes e em Educação no Ensino de: Química, Bioquímica, Matemática Básica, Matemática Financeira, Estatística, Administração Financeira, Biofísica, Microbiologia, Ecologia, Metodologia da Pesquisa, Metodologia Científica e Orientação de trabalho Científico.


Currículo Lattes: http:// http://lattes.cnpq.br/8843413391780278

Artur George de Andrade Pereira

Possui graduação (2003) e mestrado em Administração (2008) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) . Tem experiência docência universitária, em várias disciplinas de cursos técnicos, de graduação e pós-graduação (tanto em formato presencial, como à distância, nos cursos de: Administração, Hotelaria, Turismo, Bacharelado em Sistema de Informações, Administração Pública, Ciências Contábeis e Marketing; em renomadas Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco: UFPE, UPE, UFRPE, IFPE, FACHO,FADEPE, Joaquim Nabuco, Maurício de Nassau, Esuda, FAESC, FAJOLCA, FACIG e Faculdade Santa Catarina (FASC). Tem interesse de pesquisar os seguintes temas: Comunicação Empresarial, Processo Decisório, Gestão de Pessoas e Análise Organizacional.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8086484765518851

Francisco Valério Alves Filho

Graduado em Direito e Relações Públicas. Atualmente é Professor de Ensino de Graduação e Pós Graduação. Cursos de Extensão Doutorando em Direito pela Universidad del Museo Social Argentino - Buenos Aires - Argentina. Mestre em Políticas Públicas pela UFPE. Especialista Público Disciplinas : Direito Constitucional, Ambiental, Previdenciário, Empresarial e afins Contato: Fone / WhatsApp 81.992782542 email: fvaf@hotmail.com


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5867822941885322

Ghena Catarina Carneiro do Valle

Possui graduação em Administração - Faculdades Integradas do Tapajós (1995) e mestrado em Administração e Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2016). Atualmente é professora da Faculdade de Ciências Humanas de olinda, professora especialista da Faculdade Estácio do Recife e professora especialista da Faculdade Santa Catarina. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5904648839714471

Gilberto Guimarães de Farias

Possuo graduação em Ciências Contábeis e Especialização em Controladoria pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestrado Profissionalizante em Educação pela FACNORTE. Atuei como professor nas seguintes instituições: Universidade Católica (14 anos), Faculdade Boa Viagem (8 anos), Faculade Joaquim Nabuco (8 anos), Faculdades Integradas de Pernambuco (1 ano). Atualmente sou professor assistente do Instituto Pernambucano de Ensino Superior IPESU (17 anos) e da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda FACHO (5 anos). Alem de ter experiência na área de contabilidade (ensino e prática), tenho experiência na área de Administração, com ênfase em Logística e Suprimento. Tive oportunidade de ministrar as disciplinas: Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Contabilidade Empresarial, Análise Contábil, Teoria da Contabilidade, Administração Financeira e Orçamentária. ocupei os cargos de Coordenador Administrativo e Financeiro da Minérios de Pernambuco S/A (Recife-PE); Analista Contábil Sênior e Supervisor de Suprimento inclusive coordenando operações portuárias nos portos do Recife, São Luiz (MA) e Vitória (ES), pelo Grupo Gerdau (Recife-PE); Chefe da Logística na Companhia Industrial da Paraíba S/A-CIPASA (Votorantim); Gerente Financeiro e Administrativo na Indústria Metalúrgica ITGN (Jaboatão dos Guarrapes-PE).


Currículo Lattes: http:// http://lattes.cnpq.br/5067183056067378

Humberto Caetano Cardoso da Silva

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco (1999), Especialização em Computação com ênfase em Banco de Dados (2011), Mestrado em Gestão Empresarial pela Faculdade Boa Viagem - FBV/DeVry, aluno de Doutorado em Administração pelo PROPAD/UFPE. Atualmente é Diretor Técnico da Alliance3. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em segurança e governança de TI. Profissional certificado LPIC-1 (Linux Professional Institute), LPIC-2 (Linux Professional Institute), ITIL Foundation, ISO 27002 Foundation e COBIT 4.1 Foundation.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4594928852071554

Itamar Bezerra de Souza Filho

Mestre em Administração pela UFPE, especialista Gestão Empresarial, com mais de vinte e oito anos de experiência profissional na área de Tecnologia da Informação e Gestão, em empresas nos segmentos da indústria, comércio e serviços. Gerente de TI, Coordenador do Curso de Administração e Professor da graduação e pós-graduação da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Forte atuação em gerenciamento de projetos de infraestrutura, implantação e administração de sistemas de gestão empresarial (ERP, WMS, PCP, BI e CRM), telecomunicações, liderança de equipes, gestão de contratos e redução dos custos operacionais utilizando as melhores práticas dos frameworks PMBOK, COBIT, BPM e ITIL. Consultor em gestão estratégica e tecnologia da informação na IOTB - Gestão & Tecnologia.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8740482567984691

Jananda da Silva Pinto

Doutora em Administração pela Universidade Federal de Pernambuco (2018) com mestrado e graduação na mesma instituição. Pesquisadora nas áreas de Gestão e de Tecnologia da Informação com aprofundamento nos temas resiliência organizacional, gestão de processos de negócio, processos colaborativos, gestão de projetos, governança de TI e inovação. Possui experiência no desenvolvimento de pesquisa utilizando métodos do design etnográfico para estudar estilos de interação e user experience (UX). Também atua na área de gestão de processos de negócio com expertise em estruturação, modelagem e análise de processos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5849424499620109

José Iranildo Barbosa Sales da Silva

Doutorando em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco. Mestre em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco Administrador de Empresas pela Universidade de Pernambuco. Gerente de Recursos Hídricos na Universidade Federal de Pernambuco. Professor na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Professor na Faculdade de Olinda Tutor Virtual na Universidade Federal Rural de Pernamuco. Pesquisador na área de teoria dos jogos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5477418180973848

José Valdenito Feijó de Melo

Possui graduação em Curso Superior de Teologia para Padre pelo Instituto de Teologia do Recife (1979), graduação em Licenciatura Plena em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986) e graduação em Formação do Psicólogo pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (1986). Atualmente é professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO, Diretor da Escola Professor Cândido Pessoa do Governo do Estado de Pernambuco. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase na pessoa Humana (adolescente e adulto) e em Educação. Outrossim grande experiência na área Religiosa. Acadêmico do Curso de Direito pela Faculdade de Olinda - FOCCA. Doutorando em Psicanálise na Educação e Saúde - Doutorado Livre pela UNIDERC/FUNESO.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4462629A0

Luciano Borges de Souza

Doutor e mestre em Antropologia pela UFPE, especialista em docência do ensino superior, graduado em História, atua como Professor na FACHO e no Núcleo da EaD da UFRPE e como Coordenador geral dos museus de Olinda, dirigindo o Museu do Mamulengo. É autor do livro Carnaval do Recife: Um reinado de três dias, publicado pela editora Livro Rápido em 2009 e reeditado pela Bagaço em 2013. Artesão em Crochê reconhecido pelo PAB.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9060690061824728

Maria Mirtes Magalhães Viturino

Mestra em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco. Linha de Pesquisa: Família, Gênero e Interação Social. Pesquisa intitulada: "A Função do Avô na Família Monoparental Feminina". Aluna Especial do Doutorado em Educação da Universidade Federal de Pernambuco na disciplina Pesquisa em Política Educacional Planejamento e Gestão da Educação; Especialista em Turismo pela Estácio de Sá - FIR. Especialista em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Psicóloga Clínica pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO e Licenciatura em Letras - Português e Inglês pela Universidade Federal de Pernambuco. Docente das disciplinas: Gestão de Pessoas; Psicologia Aplicada à Administração; Coaching e Liderança no Curso de Administração. Disciplina: Psicologia da Aprendizagem no Curso de Pedagogia; Disciplinas: Teoria e Técnica de Intervenções Breves; Processos Psicológicos Básicos; História da Psicologia; Psicologia Evolutiva; Ética e Relações Humanas: Cuidando do Cuidador no Curso de Psicologia na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Docente no Curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional da Faculdade Esuda. Atuação como Coach Emocional e de Carreira, formada pelo Instituto Augusto Cury. Hipnoterapeuta Clínica pelo Instituto Antônio Costa de Hipnoterapia Clínica. Palestrante e Consultora na área de desenvolvimento de pessoas na Académie Accor - Universidade de Serviços, ministrando treinamento nos hotéis Gran Mercure, Mercure, Novotel e Ibis. Experiência como Docente no Senac, Sebrae e Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO no Curso de Turismo, lecionando a disciplina Meios de Hospedagem. Trabalhou na Seleção da Equipe do Hotel Ibis Recife Aeroporto. Experiência na área de Administração como Gerente Geral na Gestão de Empreendimentos Hoteleiros, com ênfase na Gestão de Pessoas, Reservas, Recepção, Governança, Alimentos & Bebidas e Eventos. Psicóloga Clínica. Orientação Profissional de Jovens e Reorientação de Carreiras de Adultos. Experiência na gestão de Pet Shop responsável pela implantação da cultura e clima organizacional, implantação do desenho, análise e descrição de cargos; budget; cultura organizacional; identidade da marca; relacionamento com clientes; relacionamento com parceiros; plano de marketing.


Currículo Lattes: http:// http://lattes.cnpq.br/1424651619907261

Otavio Wesley Cavalcanti Faustino

Engenheiro Civil, pelo Instituto Federal de Pernambuco - IFPE/UFPE, Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, e Mestre em Meio Ambiente, pela Universidade de Pernambuco - UPE.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9330870812833841

Priscila Barbosa Dantas

Mestrado acadêmico em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco (2013), Especialização em Planejamento Tributário (2010) e Graduação em Ciências Contábeis (2007) também pela Universidade Federal de Pernambuco . Atualmente é Coordenadora do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO e Gerente de Gestão Fiscal na Companhia Pernambucana de Saneamento - COMPESA. Leciona também na Faculdades de Ciências Contábeis do Recife - FACCOR e professora convidada da pós graduação da UFPE, FAFIRE e FACIG. É secretária na Câmera Técnica de Contabilidade e Finanças da Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais (AESBE).


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7605702360556163

Priscila Maria Lapa

Doutora em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (2016), possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e mestrado em Ciência Política pela mesma universidade (2007). Professora na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) e Analista Técnica no SEBRAE-PE, atuando na Unidade de Políticas Públicas. Tem experiência como coordenadora de curso de graduação e no ensino superior nos cursos de Direito, Administração, Ciências Contábeis e Comunicação Social . Na Pós-Graduação, já lecionou disciplinas como Metodologia da Ciência; Marketing e Políticas Públicas. Tem experiência na área de Ciência Política, atuando principalmente nos seguintes temas: Eleições; Municípios; Processo Legislativo; Políticas Públicas.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1215329622937349

Rafael Sampaio Octaviano de Souza

Possui graduação em Ciências Biológicas - Bacharelado pela Universidade Federal de Pernambuco (2002), mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010), doutorado em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia.

Raphael Moreira dos Santos

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Administração pela UFPE (PROPAD) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Possui MBA em gestão de negócios e pós-graduação em gestão de equipes pela UNICAP - Universidade Católica de Pernambuco. Pesquisador integrante de equipe do projeto Compreensão de Significados Culturais do Trabalho dos Atores Inseridos em Espaços de Coworking (Propad UFPE). Atua como consultor nas áreas de gestão empresarial e gestão da inovação, além de professor em cursos de graduação e pós-graduação.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6234983860163009

Renata Porto Chaves

Possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Católica de Pernambuco (2008) e mestrado em Administração e Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2011). Atualmente é professora do Centro Universitário Maurício de Nassau, professora executora do ensino a distância. do GRUPO SER EDUCACIONAL, professora da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e responsável técnica - INSTITUIÇÃO SUSTENTE. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração de Empresas, atuando principalmente nos seguintes temas: mensuração de desempenho, gestão agroindustrial, supply chain performance, performance measurement e cadeias de suprimento.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4456041005733343

Renata Soriano de Souza Tavares

Mestra em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco-UFPE (2010), especialista em Literatura Brasileira pela Faculdade Frassinetti do Recife- FAFIRE (2006), graduada em licenciatura em Letras pela Faculdade Frassinetti do Recife- FAFIRE (2004). Atua na área de Letras, principalmente nos seguintes temas: Literatura Brasileira, Teoria da Literatura e Língua portuguesa


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1748422629242249

Roberto José da Silva

Possui graduação em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas Esuda (1985), graduação em licenciatura em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco (1997) e mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco (2002). Atualmente é Professor Assistente da Universidade de Pernambuco (UPE). Professor Assistente da Faculdade de Ciências Humanas (FACHO) e Professor Assistente da Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO). Tem experiência na área de Filosofia, Ética, Educação e Psicologia com ênfase em FILOSOFIA GERAL, atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia, Ética, Psicologia e Educação.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2782356204470622

Suenya Talita de Almeida

Possui bacharelado Em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (2007) e mestrado (2009) e doutorado (2013) em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Foi professora substituta da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente é professora convidada do Instituto Brasileiro de Estudos (IBEST), Focca - Faculdade de Olinda, atuando principalmente nos seguintes temas: deliquência juvenil, controle social, poder, direitos humanos e conflito. Leciona Direito Administrativo e Direito Tributário na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO).


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3713037670371367

Eventos

Nossos Eventos

Notícias




8 regras que vão facilitar sua vida em todos os aspectos

Fonte: Portal Administradores - 25/11/2014

É impossível aprendê-la na escola, embora pertença a uma classe das habilidades mais importantes de nossas vidas. Cada um de nós aprende isso, No entanto, existem poucos professores que ensinam. Não há nada sobre isso em programas de TV, mas é usada em todos os lugares. A sobrevivência da espécie depende de sua qualidade. Os animais e tribos que a operam predominam sobre os outros.

A grande maioria das pessoas está inconsciente disso e isso está automatizado em suas vidas. Isso não dá qualquer chance de mudar hábitos aprendidos na infância. É sobre comida? Sobre a respiração? Não. Trata-se de uma comunicação consciente. Neste artigo, você descobrirá como as regras a seguir reduzem significativamente o número de erros de comunicação que são cometidos inconscientemente pela grande maioria das pessoas.

1. O que você diz você pode executar?

A regra número um - se você diz algo, você deve ter certeza que você pode executar o que está sendo dito. Caso contrário, a comunicação verbal não pode ser realizada. Se você ouvir: "Esqueça o número 4", você não será capaz de executar isso porque o processo de esquecimento não é possível. Este comando faz exatamente o efeito oposto - uma pessoa se lembra do que é suposto ser esquecido e, em consequência, reforça a informação que deve ser removida.

A situação é semelhante quando se trata de pais conversando com seus filhos: "Seja bom" (ou qualquer outro adjetivo). O verbo "ser" não é factível, porque é impossível "não ser". As crianças não entendem isso e ficam confusas, deixando os pais confusos também. Tente apontar o que você realmente quer dizer e tenha certeza de que é possível fazer isso, a fim de obter resultados físicos.

2. O que você diz é expresso precisamente?

"Seja bom", "Comporte-se", "Motive-se". Você sabe o que isso significa? Não, pois essa comunicação é privada de precisão e por isso é possível interpretá-la de muitas maneiras diferentes. Como resultado esse tipo de comunicação te traz qualquer resultado completamente diferente do esperado.

Em vez de "seja bom" diga a criança exatamente o que você quer, por exemplo: "coloque o brinquedo na prateleira com outros brinquedos". Em vez de "comporte-se", diga "Por favor, fale mais baixo". Não exija "motive-se" porque é impossível entendê-lo. Tente sugerir para o outro para ficar em pé, falar alto e falar sobre uma situação em que ele sente entusiasmo. O que você diz deve ser expresso com precisão - esta é a regra número dois.

3. O que você diz é expresso positivamente?

Você está oferecendo algo para beber a alguém, então você oferece uma xícara de café. A resposta é “não, obrigado”. Então você oferece um chá. Novamente você ouve um "não, obrigado". Suco de laranja? "Não". Um shot de vodka? "Não". Quanto tempo você precisa para ficar irritado? A negação em si é reativa - refere-se à realidade que já existe sem a criação de um futuro construtivo, deixando o interlocutor sem a possibilidade de resolver o problema. Particularmente, isso tem as suas consequências para as crianças que ouvem o que não fazer, pois assim elas não serão capazes de desenvolverem atitude pró-ativa na busca de soluções.

Além disso, o cérebro não reconhece negações - a sugestão de que você não deve pensar em um elefante rosa termina em fracasso, porque o cérebro processa o que você ouve (apesar da negação). Da próxima vez, se alguém lhe disser "Eu não quero me apegar a você, mas...", isso significa, obviamente, que ele ou ela quer ser como um carrapato em sua vida. Ao invés de dizer ao empregado "Não fale com o cliente desta forma", explique como exatamente você quer que ele fale com essa pessoa. Esta é a regra número três - o que você diz deve ser expresso de forma positiva.

4. O que você diz é uma mensagem para o outro ou para você mesmo?

"Entenda isso", "Ouça o que estou dizendo", "Sinta o que...". O outro lado não é capaz de compreendê-lo como você deseja ser compreendido, porque isso só pode ser feito por você. Ninguém pode ser responsável pelos processos mentais e emocionais da outra pessoa, porque é sempre você quem decide em última instância o que você sente e pensa (independentemente do fato de que o interlocutor seja um estímulo).

O outro lado também não pode saber o que você quer dizer e você não pode ser sentido como você deseja. No entanto, ele pode entender você em sua própria maneira, como ele imagina, sente e interpreta, isto é, de acordo com filtros cognitivos próprios. Se você compreender a si mesmo, você sabe que tipo de mensagem você deseja entregar e assim será possível entregar a mensagem para o outro lado. A regra número quatro é lembrar que você tem que tomar a responsabilidade para si e dá-la a outras pessoas.

5. O que você diz é uma descrição dos fatos mensuráveis ou é uma leitura mental?

"Eu vejo que você está se sentindo para baixo hoje, triste com algo". Não, o que você vê são lágrimas causadas por cortar a cebola.

"Eu sei o que você vai dizer agora". Não, você não sabe. Você apenas se lembra de uma situação semelhante e o que eu disse da última vez.

"Esta foto me diz que você foi infeliz naquele tempo". Não, fotos não dizem. É apenas a maneira que você interpreta e então você coloca sua interpretação nesta foto. É um erro de atribuição (fotos não têm capacidade de falar) e projeção (crença, que nós pensamos exatamente o mesmo que o nosso interlocutor).

Na verdade, a leitura dos processos mentais é difícil (até hoje não foram encontradas na psicologia soluções claras para, por exemplo, a linguagem do corpo) e na comunicação isso é ainda mais limitado - na prática é quase sempre impossível. Estima-se que a grande maioria das comunicações via e-mail é distorcida - isso significa que a recepção da mensagem é diferente da intenção do autor.

No entanto, a descrição de fatos é objetiva e ajuda a evitar muitos conflitos, como por exemplo, o tratamento de seu próprio julgamento como uma descrição objetiva da realidade. Este erro pode ser visto no exemplo a seguir:

- Você parece nervoso
- Não, eu não sou.
- É mesmo? Eu posso ver que você é.

Portanto, lembre-se sobre a regra número cinco de comunicação consciente - descreva fatos mensuráveis em vez de tentar ler mentes.

6. O que você diz descreve como você se sente ou é um ataque ao outro?

Normalmente, o ataque ao interlocutor leva a envolver-se em seus mecanismos de defesa do ego, para a proteção da autoimagem. Dizer ao parceiro "Você não me ama" provavelmente causará uma negação (Mas eu te amo), uma retaliação (Você sempre me tem aqui!), uma escalada do conflito (Quantas vezes você vai inventar problemas que não existem?). É melhor você começar a falar sobre seus próprios sentimentos em vez de atacar. É de caráter educativo, informativo e é seguro para a integridade do interlocutor.

No exemplo acima, em vez de "Você não me ama", a mensagem "Ontem, você disse que eu não fiquei bem neste vestido, eu me senti triste" seria mais eficaz. O interlocutor poderia dizer que aquela não era a intenção e em seguida você pode esclarecer dizendo "Eu entendo isso e eu estou feliz que você tinha outras intenções. Ao mesmo tempo eu entendi dessa forma”. A regra número seis o protege de conflitos. Certifique-se de quando você descreve seus sentimentos, você não ataque o interlocutor.

7. O que você diz se refere à pessoa ou ao comportamento?

Falar sobre o ser humano é sempre uma generalização, normalmente se está generalizando casos individuais. Este nível de avaliação - independentemente do resultado positivo (Você é muito inteligente) ou negativo (Você é completamente estúpido) - cria uma imagem irreal de si mesmo na cabeça do interlocutor. Irreal porque cada homem teve seus momentos em que ele se comportou como uma pessoa brilhante ou estúpida (dependendo da opinião de uma pessoa, pois não existem critérios objetivos de inteligência e estupidez).

Esta imagem forma um sentimento determinado de autoestima e a própria mensagem descreve aparentemente a realidade que não permite alterações. Se alguém é "estúpido", é impossível fazer qualquer coisa com ele. Portanto, é mais eficaz quando nos referimos ao comportamento do interlocutor, porque é mais fácil mudar um comportamento do que a personalidade. Ao invés de dizer "você é estúpido", diga "Antes de ver o cliente, por favor, leia mais sobre a empresa que você vai visitar". Em vez de dizer "você é sábio", diga "Quando você expressou sua opinião sobre esse filme, você me inspirou a vê-lo". A regra número sete ensina a falar sobre o comportamento das pessoas não sobre si mesmas.

8. O que você diz é de caráter direto ou tem uma intenção oculta?

"Querida, não têm quaisquer outros vestidos lindos?". Não é uma pergunta sobre outros vestidos, mas é um comentário negativo sobre este em particular. Palavras como "O que diabos você está pensando?" Não visam saber a opinião do outro lado, mas visam à expressão de frustração. As mensagens com duplo sentido expressam conteúdo que é diferente da real intenção do interlocutor, reduzem a confiança do interlocutor adulto e não são compreendidas pelas crianças. Construir relacionamento sem confiança é impossível. Quanto mais direta a mensagem (seguindo as devidas regras de correção social e sensibilidade do interlocutor ao feedback) mais honestidade e facilidade na aceitação de uma mensagem positiva. Sendo assim, a regra número oito - se você deseja entregar sua mensagem, deve ser claro e direto.

A implementação destas regras exige uma prática sistemática. Alguns desses erros de comunicação (por exemplo, dizendo empregados ou crianças o que não fazer) são tão prevalentes e, apesar de sua disfunção, eles são considerados um "padrão".

Felizmente, cada habilidade pode ser praticada e a melhor maneira de realizá-la é se concentrar em uma técnica por pelo menos uma semana. Claramente, o número de enganos e os conflitos serão reduzidos. Boa sorte!

Revistas e Artigos




RAC – Revista de Administração Contemporânea

RAC - Revista

A RAC é uma revista científica que tem como missão contribuir para o entendimento aprofundado da Administração e das Ciências Contábeis mediante a divulgação de trabalhos de pesquisa, análises teóricas, documentos, notas e resenhas bibliográficas que possam subsidiar as atividades acadêmicas e a ação administrativa em organizações públicas e privadas. A RAC teve sua publicação impressa até o ano de 2008, permanecendo a partir de então como uma publicação online.

Brazilian Business Review – BBR

BBR -

The BBR – Brazilian Business Review has as its mission to contribute to the construction and updating of knowledge of accounting, economics, administration and related areas through the disclosure of empirical and theoretical articles.

Journal of Information Systems and Technology Management

SciELO -

Journal of Information Systems and Technology Management is a free online international journal promoting the study of information systems and technology management. Publishede very four months. To submit a manublocked click "ABOUT" in the top of this page and go to "ONLINE SUBMISSION". Indexationand Directories: SciELO, ISI, Latindex, Proquest, Ulrich's Periodical Directory, DOAJ, The Index of Information Systems Journals, ACPHIS, Dial net, Gale Info trac, Portal de Periódicos USP, CAPES, PKP, CLASE

Organizações & Sociedade (O&S)

UFBA -

A O&S é uma publicação trimestral que tem como principal propósito disseminar pesquisas no campo dos Estudos Organizacionais e trabalhos de outras áreas que dialoguem e possuam claras implicações sobre as organizações. Acolhendo trabalhos de amplo espectro epistemológico, assim como que tangenciem o mainstream em Administração, a O&S veicula contribuições com alta consistência teórica e elevado rigor metodológico. São bem vindos artigos sobre organizações públicas, privadas e do terceiro setor e que articulam dialeticamente as organizações no contexto da sociedade contemporânea.

A RAUSP – Revista de Administração

USP -

É uma publicação trimestral do Departamento de Administração da Universidade de São Paulo. Trata-se de uma revista acadêmica generalista que cobre todos os campos da administração, incluindo: Empreendedorismo, Estratégia e Economia de Empresas, Estudos sobre Governança, Finanças e Contabilidade, Gestão Ambiental, Gestão Tecnológica, Marketing, Qualidade e Produtividade, Recursos Humanos e Organizações, Tecnologia de Informação.

BASE - REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNISINOS

UNISINOS -

BASE publishes original scholarly articles of high quality, relevance and scientific rigor in the fields of business and accounting sciences. It provides an international forum for the publication of manublockeds which employ rigorous empirical analysis and impact our understanding in the following fields of the management science: accounting, finance, marketing, organizational behavior, strategic management, operations management, human resources management, among others. Contributions are welcome from a wide range of methodologies and topics. Purely theoretical articles, literature reviews and bibliometric studies are not encouraged.

Revista Gestão & Produção

UFSCAR -

Gestão & Produção é uma publicação dirigida a um público formado principalmente por: professores e pesquisadores que atuam na área de Engenharia de Produção; pós-graduandos e graduandos em Engenharia de Produção; profissionais de empresas e institutos que fazem uso dos conhecimentos e técnicas da Engenharia de Produção. ISSN 0104-530x

ECONOMIA & GESTÃO

PUC MINAS -

A Revista Economia & Gestão, criada no ano de 2001 pelo Instituto de Ciências Econômicas e Gerenciais - ICEG e pelo Programa de Pós-graduação em Administração - PPGA - da PUC Minas, tem por objetivo constituir-se em veículo de disseminação do conhecimento científico e de interlocução entre pesquisadores e profissionais, professores e alunos das áreas relacionadas à gestão das organizações empresariais, públicas e do terceiro setor. A Revista Economia & Gestão é apresentada somente em formato eletrônico desde 2007, tendo automatizado todo o seu processo de gerenciamento editorial, o que permite a universalidade de acesso a leitores e potenciais autores, bem como amplia as possibilidades de intercâmbio institucional. Nossa Revista busca permanentemente adequar-se aos padrões de qualidade exigidos pela CAPES - Ministério da Educação e, para tal, empreende esforços para captar artigos teóricos e teórico-empíricos que a qualifiquem como periódico de excelência. A Revista está incluída no Sistema Qualis de periódicos nacionais. A Revista consolida-se como uma publicação de periodicidade quadrimestral, produzindo, quando oportuno, um número temático na expectativa de valorizar a divulgação de produção científica emergente

Revista de Gestão

REGE -

REGE — Revista de Gestão — is a generalist, academic journal covering all fields of management including, but not exclusive: General Management, Information Technology, Marketing, Finance, Human Resources, Production and Operations Management, Business Strategy, Business Economics, Public Administration, Science and Technology Management and Sustainability. REGE, published by the Business Administration Department of the School of Economics, Business and Accounting - Universidade de São Paulo, Brazil, is an academic-scientific quarterly publication dedicated to the dissemination of research and ideas that add value to the work of scholars and practitioners in the field of Management. The journal aims to publish papers of diverse subjects and geographical origins , trying to show a comprehensive picture of the relevant scientific production in the field of management, both nationally and internationally. It publishes articles selected on the basis of originality, quality and creativity.

Revista Eletrônica de Gestão Organizacional

UFPE -

Revista Eletrônica de Gestão Organizacional é um periódico do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco - PROPAD/UFPE que visa a divulgação de trabalhos científicos, a disseminação do conhecimento e o debate de idéias sobre Gestão Organizacional.

Galerias

Confira a nossa galeria de eventos


Nenhum resultado encontrado.